fbpx

Cursos Intensivos

Lean Six Sigma – Green Belt

Aplicado a Serviços de Saúde e Indústrias Reguladas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA

Lean Six Sigma é o resultado da fusão de duas das mais consagradas metodologias do mercado para a melhoria dos processos produtivos e administrativos: o Lean Manufacturing, que busca a redução das perdas e otimização dos fluxos, e o Six Sigma, que busca a redução da variabilidade.

Green Belt é o Título conferido ao profissional que lidera projetos Lean Six Sigma de média complexidade, ou que auxilia Black Belts em projetos de maior complexidade. É, também, um passo fundamental no desenvolvimento da carreira daqueles que ambicionam se tornar um Black Belt no futuro.

O objetivo desse curso é capacitar os participantes na Metodologia Lean Six Sigma e suas ferramentas, de tal maneira que consigam aplicar os conhecimentos adquiridos no desenvolvimento de projetos de melhoria que contribuam para a redução de perdas, otimização dos fluxos e redução da variabilidade dos processos, gerando, dentre outros resultados, a melhoria da qualidade, da produtividade e redução de custos.

Presencial EAD Turma Início das Aulas
São Paulo (SP) Telepresencial com Transmissão ao Vivo 06 16/Maio/2020
Dias e Horários (GMT – 03h00) Brasília
Aulas semanais com 1 encontro de final de semana Segundas-Feiras (18h30 às 22h30)
Sábado (09h às 18h)
Domingo (08h às 17h)

Valor e Formas de Pagamento Inscrição Online (Brasil) Inscrição Online (Internacional)

  • Perfil Profissional / Mercado de Trabalho

    Os Green Belts são importantes agentes de mudanças nas empresas. Uma pesquisa realizada recentemente pela ASQ-American Society for Quality constatou que profissionais com a certificação Green Belt alcançam um salário médio 25% maior que profissionais sem essa certificação. As empresas que investem na formação de tais profissionais, e na metodologia Lean Six Sigma, desenvolvem um Sistema de Gestão da Qualidade mais robusto e ao mesmo tempo menos oneroso em comparação com as que não investem. Portanto, o Lean Six Sigma é reconhecidamente um importante aliado das empresas reguladas pelo Sistema Nacional de Vigilância Sanitária. Além da Qualidade, essas empresas também desenvolvem melhorias significativas nos demais indicadores de desempenho: Produtividade, Custos, Meio-Ambiente, Saúde e Segurança, Recursos Humanos e Atendimento a Clientes. Assim, O objetivo desse curso é capacitar os participantes na metodologia Lean Six Sigma e suas ferramentas, de tal maneira que consigam aplicar os conhecimentos adquiridos no desenvolvimento de projetos: tanto o de certificação, quanto os projetos subsequentes a serem desenvolvidos nas respectivas organizações.

    A Quem se Destina

    O curso destina-se a profissionais que atuam nas seguintes áreas:

    • Operações Industriais: Produção (Pesagem, Manufatura e Embalagem), Qualidade (Garantia e Controle), Manutenção, Utilidades, Tecnologias Analítica e Farmacêutica, Supply-Chain (Logística, Planejamento e Compras), Qualificação e Validação, Gestão do Ciclo de Vida dos Produtos, Pesquisa e Desenvolvimento, e Meio Ambiente, Saúde e Segurança no Trabalho (Environment, Health and Safety – EHS), entre outros;
    • Operações Administrativas: Recursos Humanos, Assuntos Regulatórios e Compliance, Finanças e Contabilidade, Marketing e Propaganda, Tecnologia da Informação, Vendas, Jurídico, entre outros;
    • Saúde: Hospitais, Empresas de Medicina de Grupo, Centros de Diagnóstico Laboratoriais e por Imagem, Banco de Sangue e Hemocentros, entre outros.
  • Competências Desenvolvidas no Egresso

    Ao término do curso, o profissional será capaz de:

    • Aplicar a Metodologia Lean Six Sigma em problemas e oportunidades de melhoria de média complexidade, em processos produtivos ou administrativos;
    • Definir quem são os clientes de um processo e como alinhar a aplicação de Metodologia às expectativas dos mesmos;
    • Entender o que são stakeholders e como mapear a gerenciar os principais stakeholders de um processo;
    • Mapear processos atuais e planejar os potenciais cenários futuros;
    • Aplicar as ferramentas qualitativas, quantitativas e gráficas de média complexidade e de alta efetividade para melhoria de processos;
    • Atuar como agente de mudanças em suas respectivas empresas, auxiliando-a na jornada de melhoria continua.
  • Temas Desenvolvidos no Curso

    Programa do Curso Carga Horária
    Introdução ao Lean Six Sigma (Lean Six Sigma Yellow Belt): Metodologia Lean Six Sigma e Modelo DMAIC (Definir, Medir, Analisar, Melhorar (Improve), Controlar) aplicado a projetos de melhoria de menor complexidade.
    Exercício base a ser realizado em modelo de dinâmica de grupo, onde os alunos terão a oportunidade de aplicar na prática os conceitos teóricos desenvolvidos no decorrer dessas 16 horas introdutórias.
    (Certificação Yellow Belt para alunos que cursarem a carga horária na modalidade presencial)
    16h
    A Fase “D” Define (Definir): Análise da Voz do Cliente (VOC); Mapa macro do processo (SIPOC); Perfil do profissional Green Belt; Escolha de projetos; Hoshin Kanri; Contrato de trabalho (Declaração do problema ou da oportunidade, Impacto no Negócio, Escopo, Métrica, Meta, Time de trabalho, Riscos). 8h
    A Fase “M” Measure (Medir): Mapa do estado atual do processo; Plano de coleta de dados; Conceitos estatísticos básicos; Introdução aos softwares estatísticos; Gráficos básicos; Capacidade sigma dos processos; Ferramentas de medição do Lean; Mapeamento e gerenciamento de stakeholders; Causas potenciais. 10h
    Coaching coletivo de projetos Lean Six Sigma: Orientação coletiva quanto ao Desenvolvimento de Projeto de Melhoria. Fases “D” e “M” 2h
    A Fase “A” Analyze (Analisar): Os 08 desperdícios do Lean; Determinação do Valor Agregado; Ferramentas de análise do Lean; Ferramentas qualitativas e quantitativas de análise de causa raiz. 12h
    Coaching individual de projetos Lean Six Sigma: Tempo específico por aluno de Acompanhamento do Desenvolvimento do respectivo Projeto de Melhoria. Fases “D” até “A”. Projeto a ser realizado individualmente pelos participantes (Obrigatório para Certificação Green Belt). Todos os coaching individuais transmitidos para todos os alunos. 8h
    A Fase “I” Improve (Melhorar): Elaboração de plano de ação (5W2H); Análise de risco; FMEA; Ferramentas de melhoria Lean; Gestão de mudanças. 8h
    A Fase “C” Control (Controlar): Técnicas de sustentação das melhorias obtidas; Plano de Controle; Planos de Comunicação. 6h
    Coaching coletivo de projetos Lean Six Sigma: Orientação coletiva quanto ao Desenvolvimento de Projeto de Melhoria. Fases “D” até “C” 2h
    Apresentação final dos projetos Lean Six Sigma: Apresentação de cada Projeto de Melhoria concluído individualmente pelos participantes (Obrigatório para Certificação Green Belt). Transmitido para todos os alunos 8h
    CARGA HORÁRIA TOTAL
    As cargas horárias das aulas poderão sofrer alterações, em beneficio da formação dos alunos, em função da necessidade de atualização de conteúdo ao longo do curso.
    80h


    É uma prerrogativa institucional, inverter disciplinas e temas de aula, substituir docentes, assim como alterar datas, de acordo com a construção do calendário e também da disponibilidade de auditórios da instituição, respeitando a carga horária total do curso. Nestas situações, os alunos serão informados com antecedência, exceto em casos fortuitos ou de força maior.

  • Método de Ensino e Aprendizagem

    O método de ensino e aprendizagem está baseado em um planejamento didático-pedagógico que congrega diversas formas de estudo para compor a carga horária total do curso. Assim, o aluno terá como desenvolver seu conhecimento a respeito dos temas constantes do conteúdo programático por meio de vídeo-aulas, exercícios dirigidos, estudos de casos, entre outros. O Projeto de Melhoria deverá ser desenvolvido de acordo com o Cronograma de Entregas Parciais fornecido.

    Projeto para Certificação Green Belt

    Para certificar como Green Belt, o participante deve individualmente liderar um Projeto de Melhoria, aplicando as ferramentas e conceitos da capacitação Lean Six Sigma Green Belt a partir de dados reais e apresentar o relatório final do projeto para a avaliação e aprovação do Coordenador do Curso. O projeto deverá focar na melhoria dos indicadores-chaves de um processo produtivo ou administrativo, com os seguintes critérios:

    • Possuir indicadores mensuráveis;
    • Não existir solução óbvia;
    • Possuir tempo de ciclo curto;
    • Ter previsão de estar em execução durante o curso;
    • Envolver vários grupos de trabalho ou departamentos;
    • Ter valor mensurável para a empresa;
    • Ter implantado ações de mitigação/eliminação de causas raízes e/ou de desperdícios até a apresentação do relatório final. O projeto deverá comprovar a efetividade da Metodologia/Ferramentas através de obtenção, ao final da Fase I – Melhorar, da meta prevista na fase D – Definir.

    O relatório final deverá evidenciar a aplicação correta da maioria das ferramentas e conceitos envolvidos no treinamento de Lean Six Sigma Green Belt.

    Coordenação

    Carlos Rover
    Engenheiro Químico, graduado pela Universidade Federal de São Carlos. Mestre em Processos Industriais pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo. Especialista em Gestão de Processos e em Automação e Controle Industrial pela Universidade Estadual de Campinas. Master Black Belt treinado pela Rath & Strong (EUA). Black Belt certificado pela American Society for Quality (EUA), pela Rath & Strong e também pela Fundação Vanzolini. Lean Expert certificado pelo Lean Management Institut (Alemanha). Possui mais de 20 anos de experiência em Processos Farmacêuticos, atuando como gestor nas áreas de Produção, Processos, Validação, Facilities, EHS – Meio Ambiente, Saúde e Segurança, Projetos, Manutenção, Utilidades, Estratégia Industrial e Excelência Operacional em empresas como: Hoechst Marion Roussel, Aventis Pharma, Pfizer, Zoetis e EMS. Coordenador de Cursos e Docente do Instituto Racine.

  • Parcerias e Protocolos de Colaboração

    Profissionais regularmente inscritos no CRQ – IV têm desconto neste e em outros cursos do Instituto Racine que variam de 15% a 25% – consulte.
    (o desconto é aplicado somente no Valor Base, independentemente do momento da inscrição)

    (Portugal) Profissionais regularmente inscritos na Ordem dos Farmacêuticos de Portugal têm desconto neste e em outros cursos do Instituto Racine – consulte.
    Profissionais regularmente inscritos na Ordem dos Farmacêuticos de Angola têm desconto neste e em outros cursos do Instituto Racine – consulte.
    Profissionais regularmente inscritos na Ordem dos Farmacêuticos de Cabo Verde têm desconto neste e em outros cursos do Instituto Racine – consulte.

Facebook
LinkedIn
Instagram