Topo Páginas CPG

Farmacologia Aplicada à Prática de Profissionais da Saúde

Farmacêuticos, Enfermeiros e Médicos

O Curso tem como objetivo oferecer subsídios em Farmacologia para a prática dos profissionais da saúde, com estímulo ao desenvolvimento do raciocínio crítico a respeito do uso de medicamentos, de forma a contribuir para promover a adesão ao tratamento, a detecção de reações adversas, a identificação de riscos, a prevenção de erros de medicação e de danos aos seus usuários.

O curso, além de estar aberto a receber profissionais de diversas áreas do conhecimento, com visões e necessidades distintas em relação a medicamentos, foi planejado para que o aprendizado aconteça a partir de discussão de casos reais voltados a proporcionar maior segurança ao profissional durante a realização de suas atividades relacionadas ao uso de medicamentos.

Presencial + Aulas Gravadas Turma Início das Aulas
15 meses presenciais + Apresentação de TCC 18/Outubro/2019

Local do Curso

Araçatuba – SP – Rua Florêncio de Abreu, 185 – Jardim Alvorada.

Valor e Formas de Pagamento Faça sua Inscrição Online

  • Perfil Profissional / Mercado de Trabalho

    A complexidade da terapia com medicamentos associada à evidência de ocorrência de eventos adversos relacionados ao seu uso reforça a importância da atualização e complementação de conhecimento dos profissionais que direta ou indiretamente fazem uso do recurso terapêutico medicamentoso em seu dia a dia de trabalho.

    A importância do medicamento no contexto da saúde pública é notória e para que seu uso seja considerado racional, sua escolha deve ser apropriada para a condição clínica a ser tratada, as doses devem atender às necessidades de saúde individuais, por um período adequado de tempo e ao menor custo para o indivíduo e para a comunidade. Vários estudos demonstram que a utilização não racional de medicamentos acarreta em impacto negativo para a população, incluindo eventos adversos evitáveis, com gastos expressivos para os serviços de saúde.

    Em 2017, a Organização Mundial de Saúde (OMS) lançou uma iniciativa global para reduzir em 50% os danos graves e evitáveis associados a medicamentos em todos os países nos cinco anos subsequentes, com uma iniciativa que estabelece maneiras de melhorar a forma como os medicamentos são prescritos, distribuídos e consumidos, bem como de aumentar a conscientização entre os pacientes sobre os riscos associados ao seu uso indevido. Os erros de medicação causam pelo menos uma morte todos os dias e prejudicam aproximadamente 1,3 milhão de pessoas anualmente apenas nos Estados Unidos. Embora se considere que os países de baixa e média renda tenham taxas semelhantes de eventos adversos relacionados aos medicamentos, em relação aos países de alta renda, o impacto é aproximadamente o dobro em termos do número de anos de vida saudável perdidos. O uso adequado de medicamentos, dentro dos critérios estabelecidos na literatura, minimiza os riscos e potencializa os resultados da farmacoterapia e, para tanto, é fundamental que os profissionais da saúde estejam devidamente capacitados para tomar decisões racionais neste sentido, embasadas em evidências científicas.

    Ações que envolvam alterar esse panorama, visando diminuir os riscos associados ao uso não racional de medicamentos, passam pelo domínio da produção científica em Farmacologia, tanto pelo profissional que prescreve quanto pelo que dispensa, administra e acompanha os resultados de seu uso, razão pela qual essa capacitação revela-se como instrumento fundamental para alcançar o objetivo de contribuir para o uso correto, oportuno e seguro de medicamentos na resolução de problemas de saúde.

  • A Quem se Destina

    Profissionais da saúde que no seu contexto profissional utilizem direta ou indiretamente do recurso terapêutico do medicamento, tais como, Farmacêuticos, Enfermeiros e Médicos. É, também, indicado para docentes de cursos de Graduação e de Pós-graduação das áreas citadas.

  • Competências Desenvolvidas no Egresso

    Ao término do curso, o profissional será capaz de:

    • Avaliar criticamente os benefícios e riscos inerentes ao uso de medicamentos e a importância do desenvolvimento de processos seguros relacionados ao seu uso;
    • Prover orientações aos pacientes sobre medicamentos prevenindo o surgimento de problemas durante o processo de uso que possam interferir nos resultados farmacoterapêuticos;
    • Identificar e notificar o aparecimento de eventos adversos e problemas relacionados a medicamentos;
    • Aplicar os conhecimentos de farmacologia na sua prática diária junto aos usuários de medicamentos contribuindo para o uso correto, oportuno e seguro dos mesmos;
    • Reconhecer as melhores evidências científicas disponíveis de forma a nortear as escolhas farmacoterapêuticas e as melhores vias para sua administração.
  • Programa do Curso
    Introdução à Farmacologia e à Toxicologia Clínica: Aspectos Históricos, Culturais, Farmacotécnicos e Perspectivas Atuais em Farmacologia (4h); Noções Gerais e Princípios de Toxicologia Clínica (8h); Fundamentos de Farmacodinâmica, Farmacocinética e Farmacoterapia; Biofarmácia; Biodisponibilidade e Bioequivalência de Medicamentos (24 h, sendo 11h30 gravadas + 12h30 presenciais); Efeitos Terapêuticos e Tóxicos de Fármacos (16h); Dependência a Medicamentos e a Drogas e sua Influência na Resposta Farmacoterapêutica (8h). 60h
    Fármacos que Atuam nos Sistemas Orgânicos: Sistema Nervoso Central (25h, sendo 5h gravadas e 20h de Discussão de Casos); Sistema Nervoso Autônomo (8h, sendo 6 gravadas + 2h de exercícios dirigidos); Sistema Cardiovascular e Renal (36h30, sendo 4h30 gravadas e 32h de discussão de casos); Sistema Respiratório (23h, sendo 7h gravadas e 16h presenciais); Sistema Digestório (16h15, sendo 4h15 gravadas e 12h presenciais); Sistema Endócrino (20h15, sendo 4h15 gravadas e 16h presenciais). 129h
    Fármacos que Atuam em Processos Orgânicos: Analgésicos, Anti-inflamatórios, Antialérgicos (24h, sendo 4h45 gravadas e 19h15 presenciais); Antimicrobianos e Antiparasitários (32h, sendo 4h gravadas e 28h presenciais); Imunoterápicos e Imunoprofilaxia (24h). 80h
    Administração de Medicamentos e Segurança do Paciente: Preparo, Vias de Administração e Monitoramento de Medicamentos (34h, sendo 2h gravadas e 32h presenciais); Uso Seguro de Medicamentos nos Serviços de Saúde (12h); Farmacovigilância (12h). 58h
    Metodologia e Orientação para Realização do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC): Metodologia da Pesquisa Científica (8h), Pesquisa em Base de Dados (4h) e Atividades de Orientação para Elaboração do Trabalho de Conclusão de Curso (24h). Apresentação do Trabalho de Conclusão de Curso (7h) 43h
    CARGA HORÁRIA TEÓRICA 370h
    Trabalho de Conclusão de Curso: Elaboração do Trabalho à distância. 60h
    CARGA HORÁRIA TOTAL 430h

    Atividades Práticas

    Simulação de Casos Clínicos: serão apresentados casos clínicos simulados para definição da melhor conduta de acordo com a situação clínica do paciente. Esta atividade será desenvolvida em pequenos grupos ou individualmente e depois discutida com o grupo todo de alunos.

    Exercícios de Fixação do conhecimento: serão propostos exercícios aplicados a situações da prática diária profissional relacionada com medicamentos para resolução individual ou em grupo, dependendo da situação.

    Discussão de Casos Clínicos: o docente apresenta um caso e a conduta sugerida, os alunos participam da discussão propõem condutas alternativas, observando os pontos positivos e negativos da conduta apresentada.

    Seminário Científico: o aluno será responsável por apresentar um seminário a respeito de um tema específico, designado pelo professor, considerando os conteúdos apresentados em cada disciplina que envolva a aplicação da farmacologia, considerando artigos científicos atuais.

  • Coordenação

    Aparecida de Fatima Michelin
    Farmacêutica, graduada pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Araraquara da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Doutora em Microbiologia pela Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Mestre em Análises Clínicas pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Especialista em Farmácia Hospitalar para o Controle da Infecção Hospitalar pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Especialista em Qualidade de Saúde e Segurança do Paciente pela Universidade Nova de Lisboa. Docente da Universidade Paulista – Campus Araçatuba. Coordenadora de Curso e Docente do Instituto Racine.

    Neuza Alves Bonifácio
    Enfermeira, graduada pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Doutoranda do Programa de Medicina Veterinária Preventiva e Produção Animal da Faculdade de Medicina Veterinária de Araçatuba da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Mestre em Enfermagem Fundamental na Linha de Pesquisa “Organização de Serviços de Saúde” pela Universidade de São Paulo. Especialista em Administração do Serviço de Enfermagem pelo Centro Universitário São Camilo e Especialista em Administração Hospitalar pela Universidade de Ribeirão Preto. MBA em Gestão em Saúde pela Universidade de São Paulo. Coordenadora e Docente do Curso de Enfermagem da Universidade Paulista – Campus de Araçatuba. Coordenadora de Curso e Docente do Instituto Racine.


    Corpo Docente

    Os professores que integram o corpo docente dos Cursos de Pós-Graduação são titulados e/ou qualificados, congregando competências técnicas e humanistas à visão sistêmica das perspectivas socioambientais e mercadológicas das áreas em que atuam. São doutores, mestres, especialistas e/ou docentes com vasta experiência profissional.


    Certificação

    A pós-graduação lato sensu é regulamentada pelo Ministério da Educação (MEC), por meio da Resolução CNE/CES nº 01 de 06 de abril de 2018 do Conselho Nacional de Educação. São cursos direcionados a profissionais concluintes de cursos superiores (cursos de graduação), conferindo aos seus egressos o nível de especialização. Estes cursos oferecem informações e conhecimentos aplicáveis à prática profissional e, ainda, pela titulação acadêmica conferida, atendem os requisitos que, normalmente, são exigidos para ingressar na docência em instituições de ensino; em certos ambientes de trabalho e/ou conferindo pontuação em concursos públicos. Este curso é de responsabilidade da Faculdade Innovare, instituição de ensino superior credenciada pelo MEC (código nº 4629).