fbpx

Topo Páginas CEC

Cadeia de Frio e Qualificação Térmica de Embalagens

Recebimento, Armazenamento, Distribuição e Transporte

O curso tem como objetivo preparar o profissional para compreender o conceito de Cadeia de Frio e os processos de qualificação térmica de embalagem para o recebimento, armazenamento, distribuição e transporte de produtos na cadeia fria, os quais exigem a geração de relatórios robustos e eficazes assim como o atendimento às normas internacionais e nacionais vigentes.

Presencial EAD Turma Início das Aulas
São Paulo (SP)
Sede do Instituto Racine
Via Internet – Telepresencial 28/Março/2020

Aulas (Datas Previstas): 28 e 29/03/2020.

Valor e Formas de Pagamento Inscrição Online

  • Perfil Profissional / Mercado de Trabalho

    Em um país com dimensões territoriais tão grandes como o Brasil, onde se convive com grande variação de temperatura durante todo o ano, o controle da cadeia de frio de produtos destinados à saúde, desde sua fabricação até a sua chegada ao consumidor final, é um grande desafio para produtores, transportadores, distribuidores, empresas de operações logísticas, bem como para os órgãos reguladores e fiscalizadores sanitária e para os profissionais encarregados do acompanhamento e da qualificação da cadeia fria.

    Os desvios de qualidade no decorrer da manutenção da temperatura dos produtos envolvem perdas de horas de trabalho, prejuízos financeiros e podem impactar diretamente na saúde do usuário. Buscar melhorias que evitem essas situações é visar tanto a saúde financeira das empresas quanto a saúde humana.

  • A Quem se Destina

    Profissionais que atuam ou pretendam atuar nas áreas de Logística, Garantia da Qualidade e responsáveis pela qualificação térmica de embalagens, tais como, farmacêuticos, engenheiros, tecnólogos em logística, administradores, entre outros. Indicado, também, a estudantes de graduação e docentes dos cursos citados.

  • Competências Desenvolvidas no Egresso

    Ao término do curso, o profissional será capaz de:

    • Compreender o conceito de Cadeia de Frio e aplicá-lo em sua prática diária;
    • Compreender os aspectos envolvidos na qualificação térmica de embalagens;
    • Seguir protocolos e redigir relatórios relativos às etapas envolvidas na cadeia fria;
    • Desenvolver avaliação crítica dos processos logísticos envolvidos na cadeia fria e discutir as adequações necessárias para atender à realidade local, de acordo com as exigências regulatórias;
    • Reconhecer a importância do treinamento operacional e da conscientização dos colaboradores sobre a necessidade de garantir e manter a qualidade dos processos envolvidos com a cadeia fria.
  • Temas Desenvolvidos no Curso

    Programa do Curso Carga Horária
    Conceito e Finalidade da Cadeia de Frio.
    Exigências Regulatórias da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) relacionadas à Cadeia Fria.
    Gestão, Fluxo Logístico e Riscos Detectáveis no Processo da Cadeia Fria.
    Garantia da Qualidade na Cadeia de Frio.
    Boas Práticas em Processos de Recebimento, Armazenagem, Distribuição e Transporte de Produtos para a Saúde.
    Qualificação Térmica de Embalagens: Qualificação de Design (QD), Qualificação de Operação(QO) e Qualificação de Performance (QP).
    Impactos dos Desvios de Qualidade na Cadeia de Frio.
    CARGA HORÁRIA TOTAL 12h

    É uma prerrogativa institucional, inverter disciplinas e temas de aula, substituir docentes, assim como alterar datas, de acordo com a construção do calendário e também da disponibilidade de auditórios da instituição, respeitando a carga-horária total do curso. Nestes casos, os alunos serão informados com antecedência, exceto em casos fortuitos ou de força maior.


  • Dias e Horários (GMT – 03h00) Brasília

    Sábado (09h às 18h) e Domingo (08h às 12h).

    Conforme a construção do calendário, as aulas podem ocorrer em período integral ou parcial.


    Método de Ensino e Aprendizagem

    O método de ensino e aprendizagem está baseado em um planejamento didático-pedagógico que congrega diversas formas de estudo para compor a carga horária total do curso. Assim, o aluno terá como desenvolver seu conhecimento a respeito dos temas constantes do conteúdo programático do curso por meio de videoaulas, exercícios dirigidos, exercícios de fixação do conhecimento,  materiais de leitura complementar, entre outros. Essa diversidade de formas de estudo e o acesso planejado por etapas contribui para que o aluno seja um agente ativo em seu próprio aprendizado, desde que haja participação efetiva em todas as atividades propostas no projeto pedagógico do curso.


    Coordenação

    Clayton Gerber Mangini
    Farmacêutico, graduado Universidade Católica de Santos e Habilitado em Farmácia Industrial pelas Faculdades Oswaldo Cruz. Mestre em Gestão e Tecnologia em Sistemas Produtivos pelo Centro Paula Souza. Especialista em Administração Industrial pela Fundação Carlos Alberto Vanzolini da Universidade de São Paulo. MBA em Gestão Empresarial com Ênfase em Logística Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas. Tecnólogo em Gestão Portuária e em Logística, graduado pela Faculdade de Tecnologia da Baixada Santista. Membro do Comitê de Logística Farmacêutica da Associação Brasileira de Logística. Membro da Comissão Assessora de Distribuição e Transporte do Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo. Membro da Comissão de Estudo de Transporte de Produtos Perigosos (CB-16 ABNT). Coordenador de Cursos e Docente do Instituto Racine.



Facebook
LinkedIn
Instagram